Feb
12
2011

Viagem ao Canadá – Chegada

Bom, chegamos em Toronto, Canadá, às 5:20 da manhã. Estava previsto que chegaríamos às 5:40, mas o piloto aproveitou que a pista estava livre e acelerou um pouco. Fizemos uma boa viagem. Foi cansativo, claro, pois 10 horas sentado no avião com pouco espaço não é fácil. Mas eu consegui dormir um pouco.

A primeira consideração que tenho a fazer sobre a viagem é a saída do Brasil. É engraçado. O pessoal da alfândega não é exatamente simpático. Ao sair, tentamos ser simpáticos, mas eles não são muito receptivos. Sei que é bastante trabalho, que eles recebem tudo que é tipo de pessoa, mas eles poderiam ser um pouco mais simpáticos. Não há muitas placas, e como é nossa primeira viagem, estávamos meio perdidos. Então quando não fazíamos algo exatamente correto, alguém vinha dizer: “ei, você é lá naquela fila (burrico)”. Isso só aconteceu 1 vez. Mas fico imaginando quantas pessoas não cometem erros por falta de instrução, e eles acabam agindo dessa forma e criando para sí mesmos uma imagem ruim.

Pegamos então o vôo para Toronto. Seguimos para a área de embarque às 20 horas, sendo que o vôo só partiria às 22:30. Ficamos esperando lá todo o tempo, e foi super tranquilo. Cansativo, mas tranquilo. Embarcamos, e ao entrar no avião alguém estava no nosso lugar. Mas só pedimos para que ele nos devolvesse o lugar, e não tivemos nenhum problema. Aliás, o lugar que pegamos foi ótimo. Se tivéssemos escolhido não seria melhor.

Ao começar a viagem começamos a assistir um filme, e depois serviram o jantar. Eu gostei. Diferente, mas gostei. Já minha esposa comeu um pouco, e depois passou mal. Mas tudo bem, fora isso o vôo foi muito bom. Sem turbulências. O legal é que durante o vôo tive a oportunidade de conhecer um canadense, de Quebec. Ele foi muito legal, muito comunicativo, e me deu seu e-mail, para que possamos conversar novamente em algum momento oportuno. Achei muito boa a conversa. Fora algumas poucas coisas, consegui entender praticamente tudo que ele falou sem nenhum problema. E acho que consegui me expressar também, pois acho que ele entendeu também as coisas que falei.

Ao chegar então em Toronto, com -5º C, sentimos um pouco do frio ao sair do avião, mas depois não tivemos nenhum problema, pois estávamos dentro do aeroporto, que é climatizado. Pegamos a fila e passamos pela alfândega sem problemas. Apenas nos perguntaram quanto tempo ficaríamos, onde ficaríamos e o que viemos fazer, apresentamos os passaportes e as cartas da escola, e a moça que nos atendeu carimbou nossos passaportes. E depois fomos tomar um café.

Cup of Hot Chocolate - StarbucksAqui, primeiro não estávamos encontrando o lugar. Demos algumas voltas no aeroporto até acharmos. Mas o mais interessante disso é o que aconteceu ao comprar o café. Eu gostei de duas coisas. Fiz meu pedido: 2 chocolates quentes e dois Muffins. O total disso com os impostos foi C$11,71. A moça do caixa não me perguntou se eu queria balas, se ela poderia me dever troco, ou ainda me deu o troco como se o total fosse C$11,70. Ela me deu os C$0,04, o que é uma coisa muito rara no Brasil. Inclusive já li um comentário sobre isso escrito pelo Sr. Alfredo Penz no jornal – na verdade li no livro que ele publicou com esses artigos mas falo sobre isso outro dia. E também gostei muito da nota fiscal. Ela me entregou, e veio separado o que era produto e o que era imposto. Se no Brasil tivéssemos isso, veríamos o grande problema que temos para comprar as coisas e deixar metade do valor pago para o governo.

Depois do café pegamos o táxi, e o motorista nos atendeu super bem. Conversamos um pouco, e também consegui entender tudo que ele disse. Falamos até de política. Eu achei que o táxi seria bem caro. Mas no final deu metade do que eu pensei que gastaria. Me custou C$55 com gorjeta. O carro era super confortável e não sentimos nem um pouco do frio que fazia do lado de fora.

Chegamos então na casa onde vamos ficar nas próximas duas semanas. A Sra. Ai Zhen (se pronuncia “audzen“) foi muito simpática. Nos atendeu com um sorriso, apesar de ser 7:30 da manhã. Explicou as coisas da casa, e já nos falou sobre o ônibus, metro e “bonde”. Aqui eles tem um tipo de bonde, elétrico, que parece ser muito bom, e acho que usaremos pelas próximas duas semanas para ir para a escola.

Bom, no primeiro dia não fizemos nada de especial. Cansados da viagem, dormimos praticamente o dia todo. Mas aproveitaremos muito os próximos 18 dias. E sempre publicarei, na medida do possível, como foram nossos dias. Para finalizar, um pequeno vídeo da neve aqui em Toronto, onde estamos hospedados.

2 Responses to “Viagem ao Canadá – Chegada”

  1. Olá…parabéns crianças…aproveitem e sejam felizes..vcs merecem…Abraços de Marcos & Cintia

  2. Dae Heise, show hein!!!. Aproveite ao máximo a sua estada ai no Canadá.
    valeu.

Leave a Reply